Se procura adoptar um cão, ou adoptar um gato, ou 'apenas' ajudar quem deles trata então está no local certo!

Irma | Gata para Adoptar na União Zoófila

Contactos para mais informações:


Referência PZ6968
Alojado em Albergue de São Domingos de Benfica - Gatil - GATIL07 FIV
Localizado em Lisboa - Lisboa - São Domingos de Benfica

União Zoófila
http://www.uniaozoofila.org/
uniaozoofila@gmail.com

Nome:

Irma

Idade:

Raça:

Europeu Comum (indefinida)

Sexo:

Feminino (esterilizada)

Para Adopção?

Sim

Apadrinhável?

Sim

Data de Entrada na Instituição:

1 de Setembro de 2012

Tempo Aproximado em Cativeiro:

5 ano(s) e 2 mês(es)


Biografia e Apresentação:

A Irma é uma gata linda, timida mas de tendência meiga. De vez em quando deixa fazer umas festinhas a quem já conhece bem. Adora brincar com fitas e estar nos altos. Dá-se bem com outros gatos, em especial com o seu namorado Jamal.

 

Contacto para mais informação ou adopção : uniaozoofila@gmail.com
Adopções de gatos | Terças, Sextas e Domingos | 14h00 às 16h30

 

 

ALGUMAS INFORMAÇÕES SOBRE O FIV

O FIV (Feline Immunodeficiency Vírus) é um vírus exclusivo dos gatos (não afecta pessoas, cães ou outros animais). É um lentivirus, ou “vírus lento”, sendo o sistema imunitário de um gato portador de FIV mais frágil.

O FIV é transmitido de gato para gato através de dentadas profundas (através de lutas) e transfusões de sangue.O FIV não é transmitido pela partilha da caixa do areão, comida, água ou brincadeiras e mimos.

Uma vez que os gatos podem lutar por 3 principais razões – comida, território e para acasalamento – é importante que o gato FIV+ esteja castrado e viva num ambiente harmonioso.

Embora não exista nenhum tratamento específico para o FIV, é importante manter estes gatos vacinados, alimentá-los com uma ração de boa qualidade e proporcionar-lhes um bom acompanhamento veterinário.

Um gato FIV+ pode viver uma vida normal, longa e saudável.

Obviamente que não existe nenhuma garantia que um gato FIV+ não fique doente, em algum período da sua vida… mas essa garantia não existe com nenhum gato, seja ele portador, ou não, de FIV.

O FIV não deve ser uma sentença ou um estigma que impeça que gatos absolutamente adoráveis sejam adoptados!

Se gostaria de adoptar um gato, é uma pessoa responsável, ponderou sobre o compromisso que assume quando adopta um animal (dar-lhe amor, boas condições de vida e cuidados veterinários) porque não adoptar um gato FIV+?

Venha à União Zoófila conhecer os nossos gatos FIV+!

Temos a certeza que se apaixonará por estes gatos gordinhos, bem-dispostos e desejosos de ter uma casa!

 

Agradecimento aos Padrinhos e Madrinhas:

Silvia Madeira
A Irma não se importa de ter mais padrinhos e madrinhas!
Seja mais um a contribuir para o seu bem-estar.

Veja como pode tornar-se padrinho ou madrinha acedendo ao site da União Zoófila.

Os seus companheiros de box:

Os dados aqui apresentados são da exclusiva responsabilidade da instituição zoófila a que pertence o registo do animal. Podem ocorrer erros na introdução ou recolha de dados pelo que por vezes alguma informação pode não ser exacta e a fotografia apresentada pode não corresponder ao animal apresentado.

Todos os Comentários sobre a Irma

A União Zoófila não permite a introdução de comentários anónimos a partir das fichas dos seus animais.
Se pretender colocar um comentário terá de Aceder à sua Conta MyPZ, Abrir uma Conta MyPZ ou utilizar o e-mail uniaozoofila@gmail.com
X

#64056
Lucília Galvão (anónimo)

2014/02/07 01:06

tímida, timida, mas não perdoa a quem não a desafiar para a brincadeira... faça chuva ou faça sol! :-)
X

#63624
Lucília Galvão (anónimo)

2013/11/23 03:24

Dona de espirito brincalhão, a Irma gostava de ter um padrinho/ madrinha com quem pudesse brincar muito :-)
X

#61176
Lucília Galvão (anónimo)

2013/02/20 09:15

ok, vamos continuar nas festinhas, é uma questão de hábito e,ou muito me engano, ou parece-me que estás a começar a apreciar ;-)
X

#61121
Lucília Galvão (anónimo)

2013/02/16 11:29

A Irma já deixou fazer uma festita no narizito lindo. Ainda fica no seu canto mas costuma partilhar a alcofa, especialmente com a Miosótis.